Bambuparque
Búsqueda Rápida
 
Use palabras clave para encontrar el producto que busca.
Búsqueda Avanzada
Idiomas
Português Francês English Espanhol

Perguntas mais Frequentes


Taxa de crescimento?
O bambu é uma das plantas de crescimento mais rápida do planeta. Algumas espécies podem crescer mais de 1 metro em 24 horas, (1,20 m foi registado no sul da França) dependendo da espécie, das condições climáticas e dos solos locais.


Altura?
Os Bambus encontrados na Europa podem chegar até vinte metros de altura. O tamanho adulto depende de vários fatores que são principalmente a espécie ou variedade, clima e qualidade do solo. Eles podem ser classificados em quatro categorias de acordo com o seu tamanho adulto.
-Os bambus anões atingem alturas de 1,50 metros
-Os bambus pequenos podem atingir 1,50 a 3,00 metros
-Os bambus médios podem crescer de 3,00 até 9 metros
-Os bambus ultrapassam os 9 metros.


Desenvolvimento?
As canas de bambu, emergem do solo com o diâmetro final e crescem para o tamanho máximo numa temporada. Bambus temperados em 2 meses, bambus tropicais 4 a 5 meses. Durante estes meses, cada novo rebento vai crescer verticalmente como uma antena telescópica. No final do crescimento destes brotos secundários, crescem lateralmente a partir dos nós na parte superior, chamados os ramos. Em seguida, crescem as folhas. Nos anos seguintes, o colmo não cresce nem em altura nem em diâmetro. Ele vai endurecer a madeira. É por esta razão que a cana deve amadurecer por vários anos, antes de ser cortada.


Resistência ao frio?
Algumas espécies de climas temperados podem suportar até -20º C. Em clima muito frio, os primeiros membros que irão sofrer são as folhas e brotos e, finalmente os rizomas. Em áreas com invernos frios, plantas de bambu jovens devem ser protegidos pelo pé de palha ou outro isolamento permeável, de modo a que os rizomas não sofram.


Invasão?
Pelo seu modo de desenvolvimento, existem dois tipos de bambu; Aqueles que tendem a espalhar-se sobre a superfície e a invadir um espaço, chamados rastejantes. Aqueles que permanecem em grupo compacto, sem nenhuma tendência para se expandir, chamados não rastejantes. Os bambus rastejantes são relativamente fáceis de controlar. O mais radical é uma barreira anti-rizoma formado por uma tela de plástico enterrado verticalmente cerca de 60 cm nos arredores da plantação. Pode ser feita também uma pequena vala de 20 a 30 cm de profundidade e cortar uma vez por ano todos os que tentem passar. Também podemos não fazer nada, mas no período de produção de novos rebentos, teremos de cortar todos aqueles que fiquem fora dos locais permitidos. Este processo não apresenta nenhuma dificuldade, pois os rebentos são muito macios e quebradiços. Pode sempre aproveitar estes rebentos e cozinhá-los.


Floração?
Os bambus raramente florescem, não há nenhum risco de ser invadido por germinação indesejada. Alguns bambus são considerados a florescer a cada 120 anos, outros nunca foram vistos em flor.


Periodo de plantação?
Os bambus cultivados em vasos podem ser plantados em qualquer época do ano, com excepção dos períodos de geada muito pesada. É no Verão e no Outono, quando o solo ainda está quente que dará o melhor enraizamento, em tempo de recorde.


Rega?
Todos os bambus podem ser regados por aspersão ou gotejamento. A rega deve ser regular nos primeiros meses após o plantio, sem ser excessiva. O bambu em vaso precisa de ser molhado frequente.


Terra?
O bambu prefere solos leves e bem drenados. Ele não suporta zonas pantanosas e prospera num solo neutro (pH = 7) ou ácido (pH entre 5 e 7)


O qué é o Lucky Bamboo?
A planta ornamental comercializada como "bambu da sorte" Lucky Bamboo é na verdade uma planta da família da Dracaena sanderiana. É uma planta que cresce nas florestas tropicais escuras e tropicais do sudeste da Ásia e na África. Esta é mais parecida com a tulipa que o bambu, é um poacée liliacée (ex-grama).




Continuar